sábado, 12 de janeiro de 2013

Uma história de amor...!


Tudo começou em um fim de tarde ensolarada de Domingo as 18 horas no início de um culto. Eu entrei na igreja e cumprimentei os irmãos que estavam em minha direção. Meio tímida com a cabeça um pouco baixa, o suficiente para não olhar diretamente nos olhos. - Era nova convertida e estava ainda me acostumando com a Igreja - continuando na parte em que estava passando cumprimentando os irmãos.. quando de repente dei a mão e disse: A paz! - Minha cabeça se levantou e eu pude olhar fixamente nos olhos dele, consegui ver uma luz que irradiava, essa luz vinha de dentro de seus olhos! E então ele respondeu: Paz!
 
A minha paixonite começou.. investigava e perguntava a todos sobre quem era aquele menino de boné preto que ficava na cabine de som. Ele era sonoplasta - Responsável para que o som ficasse perfeito para o Louvor. E então me disseram seu nome: -Diego. Naquele tempo todos os jovens saim juntos após o culto para lanchar em estabelecimentos próximos de nossa igreja. Sempre estávamos juntos.. e então as piadinhas começaram a surgir.. "Vocês se combinam!" "Ahh ele é perfeito para você!" e por aí vai.. quando de repente me peguei apaixonadíssima por ele. Resolvi em minha insana consciência mandar uma carta contando o que acontecia comigo e meus interesses em me aproximar dele. Até hoje não sei de onde tirei essa coragem! E pra piorar meu desespero, ele não me respondeu. Na carta contei que estava gostando dele. Que vergonha! rs. Passou-se um tempo e eu lhe mandei outra carta. E então ele me mandou um recado por uma amiga que me disse que ele havia recebido a carta mas que não tinha resposta. Eu queria uma resposta! Ouvi histórias de que ele estaria preocupado com a minha vida de nova convertida e tinha medo de iniciar um relacionamento, não dar certo e eu perder minha fé e me afastar da igreja. Entendi o seu ponto de vista. Bem nesta época, fui para o "Encontro com Deus" e mandei outra carta antes para ele dizendo que lá eu ia ter uma confirmação de Deus se realmente era da vontade de Deus o nosso namoro. ESSE ENCONTRO MUDOU A MINHA VIDA de uma forma que eu nem me lembrei disso... decidi me batizar e entre esse meio termo, todos brincavam conosco e perguntavam quando iríamos assumir o namoro. rs' 


Chegou então o esperado dia.. CINCO de MAIO de DOIS MIL E SETE.. o dia do meu batismo. Foi em um sítio, numa excursão da igreja.. houve o batismo e quando desci às águas, minha pastora imergiu meu corpo, quando voltei, todos os jovens na beira da piscina estavam gritando: -Agora podeeeee! rs' O dia foi passando e depois do batismo só curtição.. lembro-me de um momento à tarde que ele estava de óculos de sol de um lado e eu também de óculos de sol do outro lado e é claro, olhando para ele. rs' Hora de ir embora e no ônibus, duas amigas nossas fizeram um esquema para que a gente pudesse sentar juntos, e sentamos. Começamos a conversar, assunto vaí, assunto vem. No meio da viagem todos os jovens combinaram de se encontrar para irmos lanchar em uns dos locais que já estávamos acostumados a frequentar. Depois do encontro, ele foi me levar em casa como de costume, os meninos da igreja sempre eram gentis e cuidadosos com as meninas. E ele tinha esse cuidado comigo mesmo não tendo compromisso comigo. Quando chegamos em meu portão, sentamos na calçada, era mais ou menos 23h e alguns minutinhos, e ele disse: - Estava pensando e queria saber se ainda gostaria de namorar comigo? e eu disse: -SIM! *----------*

 

Nosso namoro foi maravilhoso, com seis meses eu já tinha certeza de que queria ele como meu futuro marido. Então comecei a sonhar! Com quase 2 anos de namoro decidimos noivar e começar os preparativos para o nosso SONHO. 
 
 

E então mais um dia especial chegou.. o nosso lindo e perfeito SONHO se realizou em CINCO de NOVEMBRO de DOIS MIL E ONZE.


 

Tudo aconteceu perfeitamente, além do que eu esperava. Posso escrever perfeitamente o melhor momento daquela noite.. "a minha entrada".
 

 
Saí do carro e fui em direção à porta, me posicionei atrás dela com o meu Paizão Lindo, para que quando ela abrisse nós pudéssemos entrar radiantes. rs'


Enquanto a porta estava fechada, senti uma tremenda ansiedade e preocupação, olhei a decoração e estava tudo PERFEITO, na verdade eu nem acreditava que aquele tão esperado dia era exatamente naquela hora. Lembro-me que perguntei ao meu pai: Pai está tudo do jeito que queríamos? e ele me respondeu: Tudo excelente! Então eu me acalmei! 

Enfim.. ao som da "marcha nupcial", entramos...

 
 
Ao pisar no meu maravilhoso e requisitado "Tapete Rosa", vi as pessoas que mais amava naquele lugar, pessoas que desejavam a nossa felicidade, pessoas que faziam parte de nossa vida. Eu estava nervosa, então meu pai para me descontrair, cochichou: Não sei quem está mais bonito, vc ou eu. rs' E eu me acalmei e entendi o que ele queria passar pra mim naquele momento. Então minha mente mudou instantaneamente de "pensamento" e logo me peguei olhando para o homem da minha vida. 

 
 


O Di estava muito emocionado, lágrimas rolavam em seu rosto, pude enxergar o sentimento que passara por ele naquele momento, pude ouvir o coração dele gritando que me amava... e a alegria de ter chegado até ali trasbordava em seu olhar. Nesse momento meu coração, minha mente, minha alma só teve uma reação, olhar nos olhos dele e dizer EU TE AMO! * a seguinte foto registrou exatamente logo após os meus lábios se fecharam..

O sorriso que surgiu em minha face contia a mais perfeita felicidade que poderia ter uma pessoa naquele momento. Eu estava feliz, eu estava confiante do caminho que estava fazendo, eu estava esperançosa e ciente que a minha vida, a minha felicidade começara naquele MOMENTO! 

 
 
E então, o ciclo da minha vida mudara. Era dali pra trás e dali pra frente. Era o marco de minha vida. O fim de uma vida, o início de outra. O Início da nossa FELICIDADE!!!


 

Enfim casados, e eu vivo uma vida de Rainha!
 
Nossa vida é complicada porém divertida. Brigamos por quase tudo, porque amamos irritar um ao outro – Só de brincadeirinha. Ele quer ver um filme de ação e eu um de romance, só pra contrariar, e quando ele diz “tudo bem então”, eu dou uma gargalhada enorme e começo a cantarolar “brincadeirinha, bobo”. 


Ele deixa a toalha molhada em cima da cama e eu quando vejo, logo grito o seu nome. Quando ele chega no quarto, eu dou um sermão, ele ri e eu brinco de bater nele com a toalha. A maior parte do guarda-roupa é minha, e no dia que ele pensar em discordar, eu faço ele comprar um só pra mim, ou construir um closet, é, boa ideia! Rs’

Eu não sou muito de fazer dieta, amo guloseimas, doces e toda essas gostosuras, e quando fico abatida, tristinha, ele chega do trabalho, com caixa de bombom e um pote de sorvete, alcaçuz, dentadura, minhoquinha, enfim, a coleção Fini. E o programa da noite está feito, sentamos no sofá com uma colher na mão e com a boca lambuzada.

Nós já decidimos os lados da cama, mas eu acabo ficando com mais da metade dela. É maravilhoso dormir de conchinha, abraçadinha todos os dias, me sinto quentinha, me sinto protegida. E melhor que isso é acordar todas as manhãs aos mais belos e carinhosos beijos de Bom Dia. 

Nem penso em discutir e levantar a questão: - Quem é o melhor jogando vídeo game. Não terei sucesso, porque eu sei que eu nunca vou superá-lo. Nunca fui ciumenta, mas as vezes gosto de fazer um charminho, aproveito quando ele toca no nome das ex-namoradas e finjo que ele conseguiu me tirar do sério, e amo quando ele vê e logo vem me pegar no colo, me joga na cama, tenta me fazer cócegas e diz que fico linda com ciúmes.

Eu posso até tentar fazer uma comida preferida para ele – caso ele tivesse. Amo quando cozinho com toda paciência e dedicação do mundo, e quando termino, que coloco na mesa e vejo ele experimentar. Só então eu tenho a cara de pau de perguntar se ficou bom – mesmo sabendo a resposta. Então ele diz: - Ficou maravilhoso amor.

Claro que brigamos, e as vezes até podemos ir dormir de costas um para o outro, mas eu sei que ele vai virar e me puxar pra perto dele e então eu deixo o meu orgulho de lado, viro e o abraço bem forte, como se eu dissesse: - Não sei viver sem você! E toda vez que algo parecido acontecer, seja briga, seja luta, sei que vou sentir a mão dele procurando a minha e vou abraça-lo para nunca mais soltar.
 
E a cada dia novas coisas vamos aprendendo e descobrindo juntos... já fizemos nosso primeiro aniversário de casamentos e sei que viveremos muitos outros e muito felizes!
 
 
Por enquanto é somente isso que está escrito em nossa vida.. o próximo parágrafo será sobre você MeuBebê!